1. FINAM:

     O Fundo de Investimentos do Amazonas - FINAM foi criado para tornar mais racional e eficaz a centralização de recursos oriundos de incentivos fiscais destinados a financiar o desenvolvimento da região Amazônica e, ao mesmo tempo, ser um investimento atrativo para as empresas contribuintes do Imposto de Renda.

     O Finam é administrado pela Superintendência do Desenvolvimento do Amazonas - SUDAM e operado pelo Banco da Amazônia S/A (BASA).

     2. FINOR:

     O Fundo de Investimentos do Nordeste - FINOR foi criado para tornar mais racional e eficaz a centralização de recursos oriundos de incentivos fiscais destinados a financiar o desenvolvimento da região nordestina e, ao mesmo tempo, ser um investimento atrativo para as empresas contribuintes do Imposto de Renda.

     O Finor é administrado pela Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste - SUDENE e operado pelo Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

     3. Informática:

     As empresas com opção de tributação pelo Lucro Real, podem deduzir do Imposto de Renda devido, a título de incentivo fiscal, aplicações em Ações de Empresas de Informática para pesquisa e desenvolvimento da Área.

     4. FISET:

     Fundo de Investimentos Setoriais - FISET - Florestamento e Reflorestamento, beneficiando através dos recursos provenientes dos Incentivos Fiscais, criado pelo decreto-lei n.º 1.367 de 12/12/1.974, que visa a execução e exploração do projeto técnico de Reflorestamento, sob a coordenação do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal, para o plantio de árvores (principalmente eucaliptos e pinus).

     Geralmente esse projeto tem duração de vinte anos a partir da assinatura do contrato e aproximadamente no oitavo ano se dá o primeiro corte, onde o investidor tem direito a participação do lucro dos investimentos, referente à venda do produto e sub-produtos. Após esse primeiro corte, ainda se dão outros cortes.

O que a Incentivo oferece:
- Levantamento para examinar a existência do PROJETO junto aos órgãos competentes.
- Levantamento sobre a situação ATUALIZADO DOS PROJETOS.
- Levantamento da ÁREA FÍSICA do PROJETO, quanto ao(s) corte(s).
- Venda do Projeto ou do Produto ao consumidor final ou outros

     4.1. APLICAÇÃO - Como se Beneficiar:

     O valor da parcela do imposto que pode ser destinado ao “Finam, Finor, Informática” fica limitado a 24% do IR recolhido. Sobre esse percentual aplicado, a empresa recebe extrato dos Certificados de Investimentos (C.I.) em quotas, emitido pela Secretaria da Receita Federal aos órgãos de distribuição (Finam, Finor, Informática), através dos bancos depositários (Fundos Fiscais).

     Atualmente, a Secretaria da Receita Federal está encaminhando aos contribuintes, os extratos relativos às opções efetuadas na Declaração de Rendimentos exercício 93 período base de 92. Após o recebimento dessas quotas, poderão ser negociadas nos pregões das Bolsas de Valores, por intermédio de Sociedades Corretoras.

     4.2 - Como se beneficiar com lucro real imediato:

     1. Aplicação em projeto próprio na área da SUDAM, SUDENE, Informática, na condição de pessoa jurídica ou grupo de empresas coligadas.

     2. Venda antecipada de quotas do C.I. às Pessoas Jurídicas ou grupos de empresas que pretendem destinar; a projetos próprios, recursos provenientes de opções feitas na Declaração de Rendimentos em favor do Finam / Finor / Informática.

IncentivoNET